Moodle no Jelastic

O Moodle é uma plataforma open source de aprendizagem a distância feita em PHP e largamente utilizada por instituições de ensino em todo o mundo. Através dela é possível organizar um curso online, por exemplo.

Neste artigo, iremos, ver como instalar o Moodle no Jelastic passo-a-passo.

Criação do ambiente

O primeiro passo é criar o ambiente. Para isso basta clicar no botão Criar ambiente. Selecione a aba PHP e em seguida, o servidor web e o banco de dados que você deseja usar.

Neste exemplo, optei pelo Apache com MariaDB (versão 10.0), mas você poderia muito bem optar pelo Nginx ou por qualquer um dos bancos de dados relacionais suportados pelo Jelastic (MySQL ou Postgres), pois o Moodle também suporta estes.

A documentação do Moodle diz que 256MB de memória RAM é o mínimo para executar o programa, mas que 1GB é altamente recomendado, sendo que cada gigabyte costuma suportar 10 a 20 usuários ao mesmo tempo. Contudo, esses são números para uma instalação em um servidor físico, onde a memória RAM será utilizada para todos os processos da máquina e do sistema operacional.

Já no Jelastic, podemos atribuir memória e processamento especificamente para cada uma das partes do nosso "stack web". Depois de instalado, o Moodle consumiu apenas 1 cloudlet para o Apache e 1 para o banco. Por isso mesmo, você pode configurar tanto o banco como o servidor web com um mínimo de 1 cloudlet (128MB e 200 Mhz) reservados. No final, a configuração ficou semelhante a imagem abaixo.

Criação do ambiente

Configuração do banco de dados

Uma vez tendo criado o ambiente, é hora de configurarmos o banco de dados para a nossa instalação do Moodle. Quando o ambiente tiver sido criado, você deve receber um email com os dados relativos ao seu banco de dados.

A URL informada irá te levar para uma instalação do phpMyAdmin. Acesse o sistema com o usuário e senha enviado no email. A partir dai devemos efetuar as modificações necessárias para colocar o Moodle em funcionamento.

A primeira delas é clicar na aba Bancos de dados e criar um novo banco entitulado moodle, definindo o collation como utf8_unicode_ci.

Em seguida, crie um novo usuário (moodle_user, por exemplo) para acessar o banco recém criado e atribua apenas as seguintes permissões para ele: SELECT,INSERT,UPDATE,DELETE,CREATE,CREATE TEMPORARY TABLES,DROP,INDEX,ALTER

Certifique-se que você irá se recordar do nome do usuário, senha definidas nesta etapa, pois você precisará desses dados durante o processo de instalação do Moodle. No final sua configuração ficará semelhante a essa:

Configuração do usuário do banco

Instalação do Moodle

O passo seguinte é efetuarmos a instalação do Moodle propriamente dita. Poderíamos fazer isso através do repositório Git do projeto, porém, como trata-se de um repositório bastante grande, optei por fazer o deploy via pacote zip. Para isso, acesse o site do Moodle e baixe o pacote zip da última versão estável do software para a sua máquina.

Feito isso, clique no botão Upload e suba o arquivo zip com o código fonte da versão do Moodle que você acabou de baixar, conforme a imagem abaixo:

Upload do Moodle

Depois disso o pacote aparecerá na seção Gerenciador de Instalação. Clique no botão Instalar em que surge e escolha o ambiente para fazer o deploy.

Depois disso, basta acessar a URL definida por você no momento da criação do ambiente ou clicar no botão Abrir no navegador, que surge quando você aproxima o ponteiro do mouse das opções do seu Apache.

Finalizando a instalação

Caso tudo tenha ocorrido bem, você poderá ver a página de instalação do Moodle rodando na URL seu_aplicativo.jelasticlw.com.br que você definiu anteriormente.

Início da instalação do Moodle

A tela seguinte exibe os caminhos ("paths") da instalação. Os valores padrão são aceitáveis aqui:

Caminhos da instalação do Moodle

Configuração da base de dados

O próximo passo é definir a base de dados que estamos utilizando. Uma vez que escolhemos o MariaDB durante a instalação, devemos alterar o valor padrão para essa opção de acordo com a imagem:

Escolha do driver da base de dados

Talvez o passo mais importante da instalação do Moodle propriamente dito seja a tela onde devemos inserir os dados do banco de dados, conforme configuramos anteriormente.

  • Host da base de dados: nela, ao invés de "localhost" insira o endereço da sua base de dados sem o prefixo "http://"
  • Nome da base de dados: o nome da base de dados que configuramos através do PHPMyAdmin.
  • Usuário da base de dados: o usuário da base de dados que configuramos através do PHPMyAdmin.
  • Senha da base de dados: a senha definida anteriormente para o usuário acima (não a senha de root).

Os outros valores podem ser aceitos da maneira como estão. Não há a necessidade de preencher os 2 últimos campos. Em nossa instalação de testes, o resultado foi esse (o campo senha foi apagado):

Dados da base de dados do Moodle

Finalizando a instalação

Na tela seguinte você terá que aceitar a licença do Moodle (não se preocupe, pois trata-se de um software livre) e então será apresentada uma tela com as extensões do PHP necessárias para que o Moodle execute de maneira bem sucedida.

Você não precisa fazer nada, pois o Jelastic resolverá todas as dependências automaticamente. Caso alguma biblioteca apareça como "A ser instalado", dê mais alguns minutos para que o Jelastic termine de baixar todas as dependências em segundo plano e repita a operação.

Na etapa a seguir, você deve configurar o primeiro usuário do Moodle (admin) e então definir os dados gerais da instalação, como nome do site, descrição, etc.

Se tudo tiver ocorrido bem, você será redirecionado a homepage do seu Moodle e poderá ver uma tela semelhante a esta:

Tela padrão do Moodle

Pronto! O seu Moodle já está rodando no Jelastic. A partir daí você já pode logar nele com o usuário e senha cadastradas e começar a criar cursos, novos usuários, subir material didático, etc.